Oficina das Noivas

Trocando o bebê conforto pela cadeirinha | Nossa escolha

mar 02, 2018
EnxovalSegurançaSophie Stories

De acordo com as normas de segurança da legislação brasileira, a criança deve usar o bebê conforto até completar 1 ano de idade, ou quando atingir 13 kg.

Por aqui, Sophie já completou 1 ano, mas embora ainda não tenha atingido 13 kg, e sim 9 kg, o bebê conforto, já não está sendo mais tão confortável assim para ela, quando utilizado dentro do veículo. Por isso decidimos que por aqui, já está na hora de trocar o  bebê conforto pela cadeirinha.

Fizemos uma pesquisa para saber qual a melhor opção e quero compartilhar com vocês como foi a nossa escolha.

Mas antes de falar sobre a nossa escolha, vou falar sobre os tipos de dispositivos de retenção e segurança que existem.

Tipos de dispositivos de retenção e segurança

De acordo com a legislação brasileira, as crianças de até 1o anos de idade, devem ser transportadas no banco traseiro do veículo, usando cinto de segurança, e até 7 anos de idade usando um dispositivo de retenção, que varia o modelo de acordo com a idade e peso da criança.

Por conta disso, existem basicamente 3 modelos no mercado, para atender a estas especificações: O bebê-conforto ou poltrona reversível; a cadeira de segurança e o assento de elevação ou booster.

Vamos falar um pouquinho sobre cada um deles:

1. Bebê-conforto ou poltrona reversível: 0 a 1 ano de idade / até 13kg

Deve ser instalado de costas para o banco dianteiro do veículo (de costas para o movimento), e sua inclinação deve ser observada a sugerida pelo fabricante.

As tiras da cadeirinha devem sair da fenda na altura ou abaixo do ombro do bebê, e devem ser ajustadas ao corpo com um dedinho de folga entre o peito e as tiras.

Nós usamos um modelo da Maxi Cosi, que ganhamos de uma amiga. Este bebê conforto é super leve, prático, seguro e confortável. Por ser tão leve e confortável, muitas vezes quando chegávamos em nosso destino com a Sophie dormindo, a retirávamos do carro dentro do bebê conforto mesmo, e ela continuava dormindo tranquila. =)

2. Cadeira de Segurança: 1 a 4 anos de idade / 9 a 18 – 25 kg

É utilizada virada para frente no banco traseiro do carro, para bebês com 1 ano de idade ou quando atingir 9/13 kg,

As tiras da cadeirinha devem sair da fenda na altura ou abaixo do ombro do bebê e devem ser ajustadas ao corpo com um dedinho de folga entre o peito e as tiras. O topo da orelha da criança não deve ultrapassar o encosto da cadeirinha.

A vantagem desta cadeirinha é que você já pode optar pelo modelo reversível, desde 0 dias de vida do seu bebê, instalando a cadeirinha de costas para o movimento, até ele completar 1 ano. E você não precisará comprar outro modelo, quando o seu bebê atingir 1 ano e/0u 9/13 kg, basta virá-lo para frente e se atentar as especificações de segurança.

Olha que baita economia. =)

3. Assento de elevação ou booster: 4 a 10 anos de idade / de 15 a 26 kg

É um banco que deverá ser utilizado como apoio para a criança com mais de 4 anos de idade ou que atingiu 15 kg, poder utilizar o cinto de 3 pontas do veículo.

Este assento de segurança faz com que o cinto de 3 pontas, fiquem posicionados nas partes corretas do corpo da criança (pelo centro do ombro e peitos, e pelos quadris). O topo da orelha da criança não deve ultrapassar o encosto do banco do veículo ou do assento.

4. Banco traseiro + Cinto de Segurança: 10 anos de idade /acima de 36 kg e mínimo de 1,45 alt

Neste caso, a criança só não precisará mais utilizar o assento de elevação quando atingir a altura mínima de 1,45, para que o cinto de 3 pontos fique bem localizado.

Observe se a criança já está conseguindo apoiar as costas inteiras no encosto do banco e dobrar confortavelmente os joelhos na borda do assento. O cinto deve passar pelo centro do ombro e quadris e o topo da orelha da criança não deve ultrapassar o encosto do banco do veículo ou do assento.

Nossas Pesquisas

Para escolher a nova cadeirinha da Sophie, além do conforto, levamos em consideração alguns pontos muito importantes:

  1. A Segurança
  2. A Praticidade
  3. A altura e peso
  4. E o tipo de veículo que a cadeira será instalada

Um dos requisitos que não abrimos mão, antes até de observar qualquer outra característica do produto, era se havia o sistema isofix. Nem vimos modelos que não tinham este dispositivo.

O sistema isofix, é o mais seguro que existe. A cadeirinha do tipo isofix não é presa no cinto, mas em dois pontos de apoio soldados à estrutura (chassi) do carro. aumentando consideravelmente a segurança da criança, reduzindo os riscos de lesões graves em acidentes de alto impacto.

Em nossas buscas, vimos diversos modelos, e fizemos um teste drive em praticamente todos, sempre que a Sophie permitia (não chorava) a colocávamos em cima das cadeirinhas para observar se a altura do cinto estaria de acordo com as normas de segurança, se a cabecinha dela iria ultrapassar a altura do encosto, se ela iria se sentir confortável, entre outros.

Observamos também modelos que nos permitiriam permanecer com o produto por mais tempo, por exemplo. Vimos cadeiras que suportavam o peso de até 25 kg e outras até 36 kg.

Outro ponto importante que observamos foi a inclinação do encosto. Vimos alguns modelos que não tinham uma boa inclinação, em meu ponto de vista fica super desconfortável para um bebê ficar o tempo inteiro na posição vertical, principalmente quando estiver dormindo.

A praticidade e o tamanho da cadeirinha também foi um dos pontos que observamos, pois precisava atender ao espaço do tipo do nosso carro. Uma cadeirinha muito grande não seria o ideal, pois o nosso carro é pequeno. E é importante observar que em alguns carros a cadeirinha irá ficar posicionada na parte central do banco traseiro para encaixar ao dispositivo, o que irá diminuir o espaço nas laterais do banco, impedindo o conforto de algum carona.

E vimos também modelos com tecido de qualidade e que nos permitisse remover o estofado para que pudéssemos manter uma higiene adequada.

Nossa Escolha

Bom, de todos os modelos que vimos, duas atendiam super bem a todos os requisitos e escolhemos uma Cadeira para Auto de 0 a 36 kg – All-Stages Fix da Fisher-Price.

Esta cadeira, possui o sistema isofix, proteção lateral contra impactos, fornecendo maior segurança para a cabeça, corpo e quadris. O encosto de cabeça é ajustável, com 14 posições que acompanham o crescimento da criança. Conta com 4 posições de reclínio ativadas com apenas uma mão, cinto de 5 pontos com 3 posições de altura para manter o bebê confortável e seguro. E o estofado é removível e desenvolvido com tecido de alta qualidade para uma higiene regular.

Por fim. quero dar uma última dica super importante. EVITEM comprar uma cadeirinha de segunda mão, a não ser que seja de uma fonte muito segura.

Por mais que o valor seja atrativo e você possa se sentir bastante tentada ou tentado, pode ser um risco, pois embora, aparentemente a cadeira esteja em ótimas condições, ela pode ter sofrido algum impacto ou até mesmo uma queda que tenha danificado sua estrutura.

Blogueira
Nici Guedes. Esposa do Fabio, Mãe da Sophie. Cristã e Carioca da gema. É formada em Contabilidade, Administração de Empresas e em Direito, mas nunca se encontrou em nenhum processo ou nos números! Encantou-se pelo mundo de casamentos em 2011, e em 2013 criou o Oficina das Noivas e em 2017 se realizou com o Oficina das Mães.

Deixe seu comentário!